Notícias

Internet nunca esteve tão perigosa

por Thomas Claburn (InformationWeek EUA)

02/10/2009
Especialistas em segurança aumentam alarme sobre continuidade da proliferação de malwares

EUA - A proliferação de malwares online continua atingir novos recordes e especialistas em segurança estão preocupados com o assunto.

Entre janeiro e junho deste ano, o número de programas antivírus falsos detectados saltou 585% de acordo com um Relatório apresentado na quarta-feira (30) pelo Anti-Phishing Working Group (APWG).

No mesmo Período, o número de Trojans ligados aos bancos, desenvolvidos para roubar informações de sites do sistema financeiro, aumentou 186%.

O número de sites phishing atingiu 49.084, o segundo maior nível desde abril de 2007, quando foram computados 55.643.

"A internet nunca esteve tão perigosa", informou David Jevans, chairman do grupo que apresentou o Relatório, em comunicado. "No primeiro semestre de 2009, a escalada de phishing atingiu níveis nunca vistos antes. Uma grande preocupação é a sofisticação e a proliferação de softwares maliciosos desenvolvidos para roubar senhas e nomes de Usuários. Novos programas maliciosos, como Zeus trojan, exibiram um nível de sofisticação que faria inveja aos melhores programadores de software."

De acordo com o documento da do APWG, o número de computadores infectados cresceu mais de 66% entre o último trimestre de 2008 e junho de 2009, atingindo a marca de 12 milhões.

O Zeus Trojan figura como uma das principais ameaças também em outro Relatório divulgado na quarta-feira.

O Finjan Cybercrime Intelligence Report examina o crescimento da sofisticação do software desenvolvido para roubo de informações bancárias e notou que alguns desses programas desenvolveram técnicas anti-forense.

"As ‘cybergangs" sabem, que uma vez que a vítima reporte a fraude, o ‘negócio" acaba naquele momento", pontua o Relatório Finjan. "Para minimizar o risco, o Trojan criou uma página forjada que é apresentada à vítima e consegue efetivar a fraude."

O documento Finjan aponta que essas gangues ganharam cerca de US$ 438 mil em 22 dias e estima que as perdas anuais com esses criminosos cheguem a US$ 7,3 milhões.

LEI Nº 9.610, DE 19 DE FEVEREIRO DE 1998.

"Altera, atualiza e consolida a legislação sobre direitos autorais e dá outras providências. (...)
Art. 46. Não constitui ofensa aos direitos autorais:
< I - a reprodução:
a) na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos;
(...)"